Bem-vindo: Revendedora Avon, comigo não será fácil desistir de você!

Olá revendedora Avon, gostaria de escrever esse post para você. Pra falar a verdade, vocês são o maior motivo desse site inteiro existir.

Minha proposta é ensinar tudo o que eu sei do mundo de telecomunicações e vendas para pessoas comuns, donas de casa, mães, estudantes ou qualquer um que queira ser ou já é um vendedor.

Por você eu dedico esse pequeno tempo do meu dia. E sabe porque eu faço isso? Eu faço isso como forma de retribuição, porque fui criado assim pelo lado da minha mãe.

Tenho uma eterna dívida com ela, que dedicou a vida para me fazer sorrir, para me educar, e formar a pessoa que sou hoje.

Ela era revendedora, e fez a complementação de nossa renda com esse trabalho digno.

E eu sei que você conhece alguma história assim. Pode ter alguma pessoa na sua família que criou os filhos assim, pode ser você que paga os estudos revendendo Avon para sustentar-se.

Sei como é difícil trabalhar nessa área e conciliar o tempo para outras coisas.

As vezes você pensa por qual motivo existe tanta luta ou até mesmo dificuldades. Parece até que as pessoas do seu lado, que tanto sorri, vivem em outro mundo diferente do seu.

E você sempre na luta, a cada dia mata um leão para sobreviver. Enfrenta problemas em casa, com filhos, pais, irmãos. Assim pode estar sua vida e assim esteve a minha.

Realmente sei que não é fácil.

Passei uma tremenda dificuldade financeira há alguns anos atrás. Eu tinha um só objetivo na mente e por ele eu lutei muito.

Acreditava em um único sonho (depois falo sobre ele em outra oportunidade). E assim fui vencendo todos os obstáculos.

Nessa pior fase eu tive um grande privilegio de aprender com quem realmente sabia. Aprendi vender. Pra falar a verdade continuo aprendendo.

Para garantir a sobrevivência naquela época eu tinha que vender ideias. Tinha que me vender. Não foi tranquilo, posso te falar, mas estou nesse ambiente para contar tudo pra você.

Bem-vindo: Revendedora Avon, eu estou aqui para te lembrar de você!

Quando estamos na correria do dia a dia muitas vezes esquecemos de nós mesmos. As vezes ouvimos muito pessoas que dizem palavras negativas, que muitas vezes nos colocam pra baixo.

Convido você a se concentrar em me ouvir agora: Você é especial!

Só Deus sabe o que você está passando agora, todavia só Deus sabe o que eu também já passei. Somos assim. Na vida temos altos e baixos, mas o que é importante é que tudo passa.

É nesse momento que você na calada da noite, preocupada com seu filho ou marido, preocupada com o dia de amanhã, senta-se ao lado da cama e chora.

Parece até que tudo conspira contra você. Parece até que nosso Papai do céu te esqueceu.

Só parece minha jovem! Só parece!

Eu gostaria de contar uma história para você. Não se atente ao detalhe de ser uma história verdadeira ou falsa. Se atente apenas para a essência da mensagem.

Boa leitura!

Revendedora Avon

Certo dia estava sentado em uma praça em uma pequena cidade do interior e quando bem olhei lá depois de uma pequena praça vi uma pessoa muito sorridente andando rápido.

Ela estava de chinelo, com um look um pouco simples, mas estava apresentável.

Observei que ela sentada num canteiro de uma arvore, perto de muitos marmanjos conversando, esperava pacientemente.

Naquele dia o Sol não perdoava. Era um tremendo dia quente. Faltava vinte minutos prás 13h.

Entre muitas idas e vindas de pessoas naquela rua, a que ela esperava nunca chegava. Eu não vou mentir para você, já estava impaciente. Não com ela, mas com a paciência dela.

Mas em um momento de desvio de meu olhar, percebi que ela de repente entrou em estado de alerta.

Levantou os braços e arrumou o seu longo penteado rabo de cavalo, arrumou a roupa, colocou as sandálias de dedo de borracha, pegou a sacola branca e saiu em direção de uma casa.

Vi que ela cumprimentou e começou a conversar com uma senhora. Depois tirou um catálogo da Avon de dentro da sacola. Pensei que ela iria fazer pedido Avon, mas folheou algumas páginas e entregou a mulher. Era uma sacola com vários livretos.

Então vi a senhora entrar com a revista e notei que ela ficou séria por um instante.

Nossa, na mesma hora pensei: Ela acabou de perder uma venda. Deve ter recebido um belo NÃO.

Nesse instante, não vou mentir, zombei dela na minha prepotência. Todavia em fração de segundos, aquela senhora volta com uma criança sorridente.

Era um rapazinho de uns 4 anos. Camisa riscada e uma bolsa nas costas. Então fiquei interessado na cena e abri bem os ouvidos.

A criança gritava: – Mamãe, mamãe! Vovó a mamãe chegou. Vamos pra casa da titia Marta entregar perfume!

Nunca vi uma criança tão rápida como aquela. Logo pulou no braço da mãe. Contudo mais rápida ainda era a mãe, que o agarrou e o colocou no colo em seu lado direito.

– Mãe quando ele chegou da aula não bagunçou muito não né? Não tive como buscar ele na aula hoje devido estar fazendo faxina. Aproveitei e já deixei a janta e almoço pronto para amanhã. Quando ele está em casa não me deixa fazer nada.

Logo a senhora falou:

– Vai lá pra casa da Marta mesmo? Meu cunhado anda bebendo muito, cuidado lá.

A filha respondeu:

– Mãe…, deixa de besteira, gosto de ir pra lá porque meu pequeno adora brincar com os primos. Até mesmo essa semana fiz um vídeo passando um creme hidratante nas mãos e a Titia viu se interessando bastante.

– Só não consegui almoçar ainda porque tive que, depois da limpeza, ir à concessionara de energia para reativar a energia. Infelizmente duas contas estavam atrasadas. Mas eu fiz os cálculos aqui e vi que tinha que vender uns 5 cremes pra pagar uma fatura. Não posso vacilar.

– Muito bem filha, deixe uma das contas que eu pago. Desde que aquele bandido lhe deixou sozinha criando seu filho você tem sido muito forte. Pode contar comigo no que der e vier.

Definitivamente aquele diálogo me prendeu por vários minutos. Não conseguia me desligar daquele cenário.

A menina e seu filho sentaram-se na cadeira no ponto do ônibus daquela cidade. Aí então tive um rápida ideia. – Vou sentar lá também e conhecer mais aquela pessoa.

Não pensei duas vezes e já estava lá. Parecia que tinha sido teletransportado. Eu estava motivado à entender a situação e de alguma forma tentar contribuir com ela.

Eu era líder de vendas, orientava uma equipe de vendedores, todavia aquela guerreira tinha uma coisa que muitos dos meus vendedores não conseguiam demonstrar sem serem “cutucados por mim”, ela irradiava resiliência. Ela era uma bela mãe que suspirava garra.

Sê é loco!

Era 1 hora da tarde, ela era mãe solteira, morava só, não tinha ido buscar a criança porque estava em uma fila na concessionária por falta de pagamento…. olha a situação! Em nenhum momento vi ela reclamando.

Aquela guerreira, naquele momento, no auge de meu conhecimento, estava sendo minha fonte de inspiração.

Ela era linda. Em todos os momentos daquele curto momento de minha observação não consegui vê-la desanimada.

Pegamos então o mesmo ônibus e não contei conversa já fui logo puxando assunto: – Como você está moça?

Conversamos por toda a viagem. Entre muitas risadas e assuntos sobre vendas cai na besteira de falar sobre o filho dela.

Logo desmanchei aquele sorriso que tanto me cativava no rosto dela. O seu filho era autista e seu companheiro tinha à abandonado devido a este detalhe.

Ela tinha que fazer pedidos Avon e também era faxineira. Com essa renda ela pagava as coisas da casa. A mãe ajudava no aluguel e algumas comidas.

Se alguém já tinha me conquistado tanto não tinha lembrança nenhuma, e ainda assim, por mim, eu penduraria uma foto revendedora Avon comigo em minha sala de vendas.

Uma época dessas eu estafava fazendo pedidos pela internet e tinha me deparado com um exemplo desses.

Acredito que ela também tinha um cadastro na Avon Brasil.

Eram histórias de pessoas que não tinham desculpas para sobreviver nesse mundo concorrido e cheio de desafios.

Me identifiquei bastante com ela porque consegui ver nela, características extremamente importante, que só um bom vendedor tem:

  • Disciplina
  • Resiliência
  • Paciência
  • Proatividade
  • Gestão de tempo

A minha pequena viajem de ônibus já estava chegando ao fim e por mim não parava mais de ouvir suas frases de motivação.

A tranquilidade que ela tratava esses problemas me assombrava. Era como se eu não quisesse acreditar, mas a verdade fazia questão de saltar dos olhos dela.

De fato, muitas vezes reclamamos muito de pouco. E eu me incluo aqui tá!?

Aquela menina me ensinou com sua experiência de vida, o que muitos cursos superiores não chegam nem em sonho a ensinar, tamanha minha certeza do que ela estava me descrevendo.

Embora ela estivesse em “dois empregos” conseguia tempo para ficar com a criança. Muitas vezes até levando-a pro trabalho.

Reflita aqui que até mesmo em sua história ela deu uma técnica de venda muito rápida e concisa.

Se você passou rápido releia a parte que ela diz que fez um vídeo usando alguns cremes, provavelmente foi que ela teria publicado em algum grupo de contatos.

Observe nessa parte que ela estava vendendo sem dizer uma simples palavra relacionada à venda.

Excelente revendedora!

Conclusão

Nesse texto eu gostaria de deixar uma história que refletisse o cenário, perto ou longe, de muitas guerreiras que tombam vitórias em seu dia-a-dia.

O que podemos perceber ao ler o artigo é que muitas vezes fazemos pouco e reclamamos muito.

Temos muitas oportunidades na vida, mas desperdiçamos pelo simples fato de deixar de tomar aquela decisão no tão pertinente hoje, para realocar nossas tomadas de decisão para outro futuro próximo.

Até mesmo acabamos em nosso dia a dia desistindo de coisas muito interessantes.

Espero que você tenha gostado do artigo.

Caso você conheça alguém que tenha uma história parecida com essa da revendedora que você acabou de conhecer, por favor compartilhe esse texto com essa pessoa.

As vezes precisamos apenas ser lembrados.

Comente aqui abaixo o que você achou? Essa história é a sua?

Forte abraço!

Avalie esse artigo para entendermos se você gostou do nosso conteúdo. Clique em uma estrela de acordo com seu nível de satisfação.

Conteúdo ruimPrecisa melhorar o conteúdoConteúdo razoávelConteúdo bomÓtimo conteúdo (Seja o primeiro a avaliar...)
Loading...

1 COMENTÁRIO

Deixe um comentário